Sara ha descubierto las lentillas multifocales. ¡Que no te frene la presbicia!

A Sara descobriu as lentes de contacto multifocais. Não deixe que a presbiopia o pare!


Sara - 44

A Sara é uma artista especializada em grandes instalações de madeira e é professora de artes no ensino primário. Além de amar a arte e a criação artística, ela gosta de ler e jogar hóquei. É casada e tem dois filhos adolescentes.

A Sara usava lentes de contacto para a miopia antes da presbiopia

Começou a usar óculos aos quinze anos e mudou para as lentes de contacto quando estudava. Antes, acreditava que as lentes de contacto seriam um incómodo, mas estava cansada de usar óculos. Não conseguia encontrar nenhum par de óculos que gostasse e também necessitava de óculos de sol graduados mas estava sempre a perdê-los. Também pensava que os óculos a definiam fisicamente de forma muito marcada e estava cansada de ser assim.

O seu amor pelas lentes de contacto

Assim que começou a usá-las, apaixonou-se por elas. Para a Sara, são muito mais práticas que os óculos. Quando vai de férias leva a sua bicicleta acampa em plena natureza e nem sempre as condições de higiene são as ideais. Nesses dias, simplesmente usa lentes de contacto diárias.

‘Agora pode trabalhar e não tem de se preocupar se partir ou perder os seus óculos de leitura’

Quando você começou a ter dificuldades em ler?

Há alguns anos atrás, consultou um profissional da visão e este falou-lhe da presbiopia. A Sara queria resolver o problema alterando a prescrição das suas lentes de contacto normais. A sua ideia era ter uma visão um pouco menos nítida à distância, mas poder ler novamente sem usar óculos de leitura. Foi inútil. Como queria ver tudo sempre com nitidez, começou a usar óculos de leitura.

Não era a solução perfeita

A Sara sabe que a maioria das pessoas vai deixando os óculos de leitura para mais tarde, pois temem que isso os faça parecer mais velhos e ela sentia o mesmo. Mas chegado a um certo momento, foi necessário reconhecer que precisava deles. O problema é que Sara esquecia-se sempre de os levar consigo. É claro que podia sempre usá-los num fio, como a sua sogra, mas não gostava nada disso. A consequência é que quando ia ao supermercado era impossível ler as letras pequenas dos produtos.

Sara ha descubierto las lentillas multifocales. ¡Que no te frene la presbicia!

E então descobriu as lentes de contacto multifocais

Nunca tinha ouvido falar delas, pelo que sentiu alguma apreensão ao início e não tinha muitas expetativas. Demorou um pouco para se adaptar. Mas já se habituou e não consegue estar sem elas.

A melhor parte de continuar a usar lentes de contacto multifocais

São muito práticas. Quando trabalha no seu estúdio, muitas vezes tem de alternar entre cortar madeira e ler as especificações, o que costumava ser um incómodo. Agora pode trabalhar sem ter de se preocupar em partir ou perder os óculos de leitura. A maior vantagem é não perder tempo à procura dos óculos de leitura.

Mais histórias